Pink Floyd – “Dark Side of the Moon” (40 anos)

Dark Side of the Moon

pink-floyd-dark-side-of-the-moon-cover
Concepção e Gravação

Os “Pink Floyd” lançaram a 24 de Março 1973, um dos melhores álbuns de sempre “Dark Side of the Moon“, que foi cuidadosamente planeado e detalhadamente gravado, nos Abbey Road Studios, em Londres, com o produtor “Alan Parsons” com quem já tinham trabalhado no álbum “Atom Heart Mother” de 1970.

Antes de gravar os novos temas, os Pink Floyd, reuniram-se no Teatro “The Rainbow“, em Londres, onde instalaram novos equipamentos e prepararam as canções que viriam a integrar o novo álbum. Decidiram realizar nesse mesmo teatro alguns concertos, tendo o primeiro sido realizado a 17 de Fevereiro 1972, denominado de Dark Side of the Moon: A Piece for Assorted Lunatics” com uma plateia formada por jornalistas e críticos, do qual receberam avaliações muito positivas. Estavam lançados os primeiros sinais de que algo especial estava a nascer.
Antes de finalizarem a gravação em estúdio, a banda decidiu iniciar a tournée “Dark Side of the Moon Tour” que se prolongou pelo ano de 1972 e terminou em 1973, permitindo que fossem melhorando as canções consoante iam actuando.

O álbum “Dark Side of the Moon” foi gravado em duas fases diferentes, em Maio de 1972, na qual gravaram as canções “Us and Them“, “Money“, “Time” e “The Great Gig in the Sky“, fazendo posteriormente uma pausa, reiniciando em Janeiro de 1973, gravando as restantes canções “Brain Damage“, “Eclipse“, “Any Colour You Like” e “On the Run“.

*****  ”  *****

Capa do Álbum

tumblr_mn853vLxT41rg7tpxo1_500

A capa do álbum “Dark Side of the Moon“, onde o icónico prisma resultou do génio de StormThorgerson (que faleceu recentemente aos 69 anos).
A capa apresenta um prisma atingido por um feixe de luz que o transforma em arco-íris, foi desenvolvido para representar a iluminação de palco da banda, representar a musica, e para atender os pedidos da banda por um “trabalho simples e marcante“.

*****  ”  *****

Pink Floyd” em 1973

2013-06-03_234719

Roger Waters – baixo e voz
David Gilmor – guitarra, teclados e voz
Nick Mason – percursão e bateria
Richard Wright – teclados e voz

*****  ”  *****

tumblr_mn9qnwjhPG1qcf707o8_500

1.  Speak to Me  –  Instrumental  (1,30)

2.  Breathe  (2,43)

tumblr_mn9qnwjhPG1qcf707o1_500

3.  On the Run  – Instrumental  (3,36)

4.  Time  (7,01)

tumblr_mn9qnwjhPG1qcf707o2_500

5.  The Great Gig in the Sky  (4,36)

6.  Money  (6,22)

tumblr_mn9qnwjhPG1qcf707o4_500

7.  Us and Them  (7,46)

tumblr_mn9qnwjhPG1qcf707o5_500

8.  Any Colour You Like – Instrumental  (3,25)

9.  Brain Damage  (3,48)

tumblr_mn9qnwjhPG1qcf707o6_500

10.  Eclipse  (2,03)

tumblr_mn9qnwjhPG1qcf707o7_500

*****  ”  *****

tumblr_mn9qnwjhPG1qcf707o10_500

*****  ”  *****

*****  ”  *****

O álbum “Dark Side of the Moon” vendeu em todo o mundo mais de 40 milhões de cópias, tendo permanecido no Top 200 da Billboard durante 1094 semanas !!! (591 semanas consecutivas, de 1976 a 1988). Um sucesso sem precedentes.

*****  ”  *****

Anúncios

~ por luishenriques70 em 03/06/2013.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
Sala Esgotada

A sala onde podes ver trailers, ler críticas e estar a par das novidades

Yellow

ever, ever shine

Cinemaville

Uma webzine de olhos bem abertos

blossomfestivalmag

A BlossomFestivalMag é uma publicação digital sobre Lifestyle & Lazer criada para enriquecer o seu dia-a-dia.

JunkBox

Um blog para viciados em cultura.

O Rato Cinéfilo

Viver... é uma arte que temos de aperfeiçoar cada dia que passa.

Keyzer Soze's Place

Viver... é uma arte que temos de aperfeiçoar cada dia que passa.

Antestreia

Viver... é uma arte que temos de aperfeiçoar cada dia que passa.

Cinema Notebook

Viver... é uma arte que temos de aperfeiçoar cada dia que passa.

35mm"

Aqui bloga-se!

%d bloggers like this: