Google Doodle – 186º Aniversário de Leo Tolstoy

*****  ”  *****

O Google apresenta-nos um “doodle” na sua página inicial de busca, em homenagem a “Leo Tolstoy” que foi um célebre escritor russo, pelo seu 186º aniversário.
Na página inicial do motor de busca “Google”, são recordadas algumas das mais famosas obras do escritor, como “Guerra e Paz“, “Anna Karenina” e “A Morte de Ivan Ilyich“,  através de uma sequência de quadros animados.

Doodle (1)

Liev Nikolayevich Tolstoi”, nasceu a 9 de Setembro de 1828 (em Yasnaya Polyana – Império Russo) e faleceu a 20 de Novembro de 1910, aos 82 anos (em Astapovo – Império Russo).

tolstoy1

Leo Tolstoy foi em conjunto com Dostoiévski, Tchecov, Gorki e Turgueniev, um dos grandes mestres da literatura russa e mundial do século XIX.
Além da sua fama enquanto escritor, também ficou famoso na sua velhice, por se tornar pacifista, do qual os seus textos e idéias contrastavam com as idéias da Igreja (tendo sido excomungado pela Igreja Ortodoxa em 1901) e do próprio governo (tendo sido vigiado pela polícia do czar), dedicando-se a uma vida simples e de proximidade com a natureza.

Doodle (8)
Em 1862, casou-se com Sophia Andreievna Bers, com teve 13 filhos. Apesar da dedicação intensa à vida familiar, o seu casamento esteve envolvido em frequentes distúrbios e brigas. Foi durante esse período de tempo que Tolstoy escreveu os livros que acabariam por o celebrizar “Guerra e Paz” (1865 – 1869), que dá destaque às campanhas de Napoleão na Rússia, e “Anna Karenina“, onde denuncia o ambiente hipócrita da época e realiza um dos retratos femininos mais profundos e sugestivos da literatura.
Ambos os livros (romances) são considerados grandes obras da literatura mundial.

*****  ”  *****

As principais obras de Leo Tolstoy:

1852 – “A Infância
1863 – “Os Cossacos
1865/1869 – “Guerra e Paz

Doodle (2)
Doodle (3)

1875/1877 – “Anna Karenina

Doodle (4)
Doodle (5)
1886 – “A Morte de Ivan Ilyich

Doodle (6)
Doodle (7)

1889 – “A Sonata a Kreutzer
1898 – “Padre Sérgio
1899 – “Ressurreição
2005 – “Contos da Nova Cartilha

*****  ”  *****

Embora extremamente bem-sucedido como escritor e famoso mundialmente, Leo Tolstoy atormentava-se com questões sobre o sentido da vida e, após desistir de encontrar respostas na filosofia, na teologia e na ciência, deixou-se guiar pelo exemplo da vida simples dos camponeses, a qual ele considerou ideal.
A partir daí, teve início o período que ele chamou de sua “conversão”.

Aos 82 anos, decide fugir de casa e abandonar a família, para levar uma vida simples e feliz longe da riqueza. Durante alguns dias, a sua fuga foi um sucesso. No entanto, já debilitado, Tolstoy acabou por contrair uma pneumonia, que agravou ainda mais o seu estado de saúde.
No dia 20 de Novembro de 1910, o velho escritor morreu durante a sua fuga, de pneumonia,na estação ferroviária de Astapovo, na província de Riazan.

*****  ”  *****

 

Anúncios

~ por luishenriques70 em 09/09/2014.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

 
Sala Esgotada

A sala onde podes ver trailers, ler críticas e estar a par das novidades

Yellow

ever, ever shine

Cinemaville

Uma webzine de olhos bem abertos

blossomfestivalmag

A BlossomFestivalMag é uma publicação digital sobre Lifestyle & Lazer criada para enriquecer o seu dia-a-dia.

JunkBox

Um blog para viciados em cultura.

O Rato Cinéfilo

Viver... é uma arte que temos de aperfeiçoar cada dia que passa.

Keyzer Soze's Place

Viver... é uma arte que temos de aperfeiçoar cada dia que passa.

Antestreia

Viver... é uma arte que temos de aperfeiçoar cada dia que passa.

Cinema Notebook

Viver... é uma arte que temos de aperfeiçoar cada dia que passa.

35mm"

Aqui bloga-se!

%d bloggers like this: