Estreias de Cinema – 25 de Junho 2015

*****  ”  *****

Estreias de Cinema em Portugal
  25 de Junho 2015

*****  ”  *****

FILME EM DESTAQUE

******  ”  *****

TED 2
2015
Realizado por “Seth MacFarlane

20150624-ted-2

thumbnail_20631

ted-21

ted-2

ted2

*****  ”  *****

ESTREIAS

*****  ”  *****

4e71439d95ba75368bcb20377cc1849dfac8870b
Filme:

Ted 2

Ficha Técnica

Ano:  2015

Duração:  115 m.

Género:  Comédia

Realizado por:  Seth MacFarlane

Argumento:  Seth MacFarlane  /  Alec Sulkin

Protagonizado por:
  Ted (voz – Seth MacFarlane)
  Mark Wahlberg (John)
  Amanda Seyfried (Samantha)
Jessica Barth (Tami-Lynn)
  Giovanni Ribisi (Donny)
  Morgan Freeman (Patrick Meighan)
(…)

Classificação IMDb:  7,1  /  10

Site Oficial:  http://www.ted2-movie.com/ww

 

Sinopse:

Aos oito anos, John Bennett (Mark Wahlberg) tinha um único amigo: Ted, o seu ursinho de peluche.
Certa noite, o seu desejo de dar vida a Ted concretizou-se e eles tornaram-se companheiros de todas as aventuras. Os anos foram passando e eles crescendo lado a lado, dividindo alegrias e tristezas. A sua amizade, como qualquer relação longa, sofreu vários revezes, mas a cumplicidade venceu sempre e hoje os dois continuam inseparáveis.
Quando Teddy, já numa relação estável com Tami-Lynn, o grande amor da sua vida, chega à conclusão de que chegou o momento de ter um filho, sabe que pode contar com John para uma ajuda fundamental: doação de esperma.
Tudo parece correr como esperado até o tribunal decidir que, antes de assumir a paternidade, Ted tem de provar que é uma pessoa real e não um simples ursinho…
Sequela do filme de 2012, uma comédia malcomportada também realizada por Seth MacFarlane.
(cinecartaz.publico.pt)

*****  ”  *****

 38a07e2e106c44faa4d60aceeef6cc9e5712e854

Filme:

En Duva Satt på en Gren och Funderade på Tillvaron
(Um Pombo Pousou num Ramo a Refletir na Existência)

Ficha Técnica

Ano:  2014

Duração:  101 m.

Género:  Comédia  /  Drama

Realizado por:  Roy Andersson

Argumento:  Roy Andersson

Protagonizado por:
  Holger Andersson (Jonathan)
  Nils Westblom (Sam)
  Viktor Gyllenberg (Karl XII)
Lotti Tornros (Prof. Flamenco)
  Jonas Gerholm (Lonesome Lieutnant)
  Ola Stensson (Captain)
(…)

Classificação IMDb:  7,3  /  10

Site Oficial:  http://www.royandersson.com/pigeon

 

Sinopse:

Jonathan (Holger Andersson) e Sam (Nils Westblom) são dois vendedores ambulantes, a viver numa casa abandonada, que reflectem sobre a vida, a morte e a inevitabilidade do sofrimento. O filme decorre em vários “sketches” que, segundo o realizador, Roy Andersson, “consistem numa série de histórias quotidianas e fora do normal que retratam a nossa existência em toda a sua grandeza e pequenez, beleza e tragédia, exagero e tristeza – com uma visão panorâmica, como se fossem contadas por um pássaro a reflectir sobre a condição humana”.
Uma comédia negra sobre o peso da existência, que completa a “Trilogia dos Vivos“, iniciada em 2000 com o filme “Canções do Segundo Andar” e continuada em 2007 com “Tu Que Vives“. Estreado na 71.ª edição do Festival de Cinema de Veneza, “Um Pombo Pousou num Ramo a Reflectir na Existência” foi galardoado com o Leão de Ouro.
(cinecartaz.publico.pt)

*****  ”  *****

778643d20e988b8ac2aae3f72b608e9f772fd3dd
Filme:

Madame Bovary

Ficha Técnica

Ano:  2014

Duração:  118 m.

Género:  Drama

Realizado por:  Sophie Barthes

Argumento:  Felipe Marino

Baseado no livro de “Gustave Flaubert” – “Madame Bovary” (1856)

Protagonizado por:
  Mia Wasikowska (Emma Bovary)
  Ezra Miller (Leon Dopuis)
  Paul Giamatti (Monsier Homais)
Rhys Ifans (Monsier Lheureux)
  Logan Marshall-Green (The Marquis)
  Laura Carmichael (Henriette)
  Henry Lloyd-Hughes (Charles Bovary)
(…)

Classificação IMDb:  6,1  /  10

Site Oficial:  http://madamebovarythemovie.com

Facebook Oficial:  https://www.facebook.com/madamebovarymovie

 

Sinopse:

França, finais do séc. XIX.
Emma (Mia Wasikowska) é uma jovem pequeno-burguesa que sonha tornar-se uma das heroínas que encontra nos romances. Quando o seu destino se cruza com Charles Bovary (Henry Lloyd-Hughes), um médico de província que por ela se apaixona, a rapariga encontra aí a oportunidade por que sempre esperou para iniciar uma nova vida longe da quinta onde cresceu.
Porém, logo após os primeiros meses de casamento, ela descobre em Charles toda a fraqueza e mediania que sempre detestou num homem. À medida que a relação entre ambos se torna mais íntima e a rotina se instala nas suas vidas, Emma sente-se mais distante do marido, que em nada se parece com as personagens heróicas das histórias. Frustrada e deprimida com a banalidade da sua existência, a jovem deixa-se enredar em paixões extraconjugais que, ao invés de a fazerem sentir-se menos solitária, a levarão à ruína…
Adaptada da obra homónima escrita por Gustave Flaubert em 1856, uma história dramática que conta com argumento e realização de Sophie Barthes.
(cinecartaz.publico.pt)

*****  ”  *****

88102144353b30bc343d77df7dda0a0ae93f1453Filme:

Vice
(Vice – Cidade Sem Regras)

Ficha Técnica

Ano:  2015

Duração:  96 m.

Género:  Acção  /  Ficção Científica

Realizado por:  Brian A. Miller

Argumento:  Andre Fabrizio  /  Jeremy Passmore

Protagonizado por:
  Ambyr Childers (Kelly)
  Thomas Jane (Roy)
  Bruce Willis (Julian)
Brian Greenberg (Evan)
  Johnathon Schaech (Chris)
  Charlotte Kirk (Melissa)
  Brett Granstaff (James)
(…)

Classificação IMDb:  4,1  /  10

Sinopse:

Vice” é um local de lazer onde, a troco de uma generosa quantia de dólares, qualquer pessoa pode dar livre curso às suas fantasias mais dementes.
Ao seu dispor tem andróides que, por parecerem autênticos seres humanos e reagirem como tal, são vítimas de todo o género de violência. Os actos não têm consequências, o que faz de Vice o local perfeito para todo o tipo de barbárie.
Julian Michaels (Bruce Willis), o proprietário, é um magnata que fez fortuna à custa deste género de jogos e que hoje se pode dar ao luxo de viver à margem da lei. Mas quando o sistema operativo de Kelly (Ambyr Childers), uma das andróides usadas nas concepções mais violentas, começa a dar erro, ela começa a ter pensamentos próprios e memórias de situações vividas.
Com a consciência surge também o instinto de sobrevivência…
Assim que encontra uma oportunidade, Kelly põe-se em fuga. Nessa luta para se manter “viva”, ela vai ver-se envolvida numa disputa entre Julian, o seu dono legal, e Roy (Thomas Jane), um polícia empenhado em acabar com a violência gratuita que, todos os dias, é encenada em Vice e depois replicada no mundo real.
Um “thriller” de ficção científica realizado por Brian A Miller.

(cinecartaz.publico.pt)

*****  ”  *****

homem_demasiado_amado_f2
Filme:

L’Homme qu’on Aimait Trop
(O Homem Demasiado Amado)

Ficha Técnica

Ano:  2014

Duração:  116 m.

Género:  Drama

Realizado por:  André Téchiné

Argumento:  Cédric Anger

Baseado no livro de “Jean-Charles Le Roux” – “Une Femme Face à la Mafia” (1989)

Protagonizado por:
  Catherine Deneuve (Renée Le Roux)
  Guillaume Canet (Maurice Agnelet)
  Adèle Haenel (Agnés Le Roux)
Judith Chemla (Françoise)
  Mario Conte (Mario)
  Jean Corso (Fratoni)
(…)

Classificação IMDb:  6,0  /  10

 

Sinopse:

Nice, Riviera francesa, 1976.
Renée Le Roux (Catherine Deneuve), dona do famoso casino Palais de la Méditerranée, é uma mulher carismática e cheia de personalidade que conseguiu aguentar o negócio do marido após a sua morte.
Mas a sua ruína – financeira e, acima de tudo, pessoal – está a aproximar-se.
Agnès (Adèle Haenel), a sua única filha, deixa-se envolver com Maurice Agnelet (Guillaume Canet), advogado e consultor de Renée. Quando o casino sofre um duro golpe de apostadores profissionais que quase o levam à falência, Renée vê-se nas mãos de Jean-Dominique Fratoni, seu rival no negócio, que oferece uma fortuna pelo estabelecimento. Maurice convence Agnès a votar contra a sua própria mãe, que perde o poder de decisão da empresa, o que leva ao encerramento do casino.
O advogado termina a relação com Agnès, que fica ressentida com a traição e tenta acabar com a própria vida. Depois de uma aparente recuperação, desaparece sem deixar rasto, com apenas 29 anos.
Renée convence-se que Maurice assassinou a filha mas, após uma curta investigação, o caso é encerrado por falta de provas.
E assim fica durante décadas…
Seleccionado para integrar a Selecção Oficial do Festival de Cinema de Cannes, um filme dramático que conta com a assinatura de André Téchiné e que tem por base a verdadeira história de Renée Le Roux, relatada no seu livro de memórias, “Une Femme Face à la Mafia“.
O “Caso Le Roux“, como ficou conhecido na altura, chocou a opinião pública e mereceu uma enorme cobertura da imprensa internacional. Apesar de o corpo de Agnès le Roux nunca ter sido encontrado, Renée sempre se recusou a desistir da investigação.
Em 2014, com o testemunho de Guillaume Agnelet, filho de Maurice, a verdade veio finalmente a público e Maurice foi condenado a 20 anos de prisão pelo homicídio de Agnès.
(cinecartaz.publico.pt)

*****  ”  *****

a3d4d5dcf2dfa0dab7687bf1f5942e107b1e4224
Filme:

Une Heure de Tranquillité
(Não Incomodar)

Ficha Técnica

Ano:  2014

Duração:  79 m.

Género:  Comédia

Realizado por:  Patrice Laconte

Argumento:  Patrice Laconte

Protagonizado por:
  Christian Clavier (Michel Leproux)
  Carole Bouquet (Nathalie Leproux)
  Valérie Bonneton (Elsa)
Rossy de Palme(Maria)
  Stéphane De Groodt (Pavel)
  Sébastien Castro (Sébastien Leproux)
  Christian Charmetant (Pierre)
(…)

Classificação IMDb:  5,3  /  10

Facebook Oficial:  https://www.facebook.com/Uneheuredetranquillite.lefilm

Sinopse:

Michel Leproux (Christian Clavier) é um amante de jazz.
Quando, num golpe de sorte, encontra “Me, Myself and I“, o primeiro álbum de Neil Youart, mal pode esperar por chegar a casa, sentar-se comodamente na sua poltrona e deixar-se embalar pela música.
Porém, este intento aparentemente simples transforma-se numa sucessão infernal de imprevistos que parecem acontecer propositadamente para o atormentar: a mulher acha que é a altura ideal para lhe fazer uma revelação importantíssima, o filho aparece-lhe inesperadamente à porta e o vizinho do andar de baixo reclama problemas de infiltrações, ao mesmo tempo que decorrem obras num dos quartos da sua própria casa e alguém resolve fazer uma festa no condomínio.
Determinado a ver-se livre de toda a gente que decidiu incomodá-lo – e a ter uma hora de tranquilidade seja a que preço for –, Michel está disposto a mentir, manipular e forjar as mais variadas situações…
Uma comédia de costumes realizada pelo francês Patrice Leconte, que adapta a peça homónima de Florian Zeller.
(cinecartaz.publico.pt)

*****  ”  *****

18aa8990af43a962ca9937381481c3e49e7527b0
Documentário:

Nós na Rua

Ficha Técnica

Ano:  2012

Duração:  60 m.

Género:  Documentário

Realizado por:  Luis Margalhau

Argumento:  Luis Margalhau

Protagonizado por:
Christian Grosselfinger (violoncelista)
Tony Banza (guitarrista e fadista)
Ananda Kríshna Roosli (tocador de didgeridoo, hang e surpeti)
Bernat Rebés Ruiz (violinista)
Joel Oliveira (“performer” e bailarino de samba)

Classificação IMDb:  —  /  10

 Sinopse:

Desde os tempos antigos que a música faz parte da sociedade e tem grande influência nas comunidades, assim como um grande poder sobre as emoções e a psique humana. Consciente de que a rua é o grande palco da vida, descobri na cidade de Lisboa uma grande afluência de artistas a trabalhar na rua, diversificado nas suas artes e nacionalidades, aspecto que me despertou a curiosidade de conhecer os motivos que levam estas pessoas a representar, trabalhar ou viver directamente na rua.”
Com esta nota de intenções, o realizador Luís Margalhau constrói um documentário de 60 minutos sobre os artistas que fazem da Baixa lisboeta o seu palco pessoal.
O espectador é apresentado a cinco personagens que, apesar das suas origens tão diferentes, têm muito em comum.
São eles: Christian Grosselfinger (violoncelista), Tony Banza (guitarrista e fadista), Ananda Kríshna Roosli (tocador de didgeridoo, hang e surpeti), Bernat Rebés Ruiz (violinista) e Joel Oliveira (“performer” e bailarino de samba).
(cinecartaz.publico.pt)

*****  ”  *****

Anúncios

~ por luishenriques70 em 25/06/2015.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

 
Sala Esgotada

A sala onde podes ver trailers, ler críticas e estar a par das novidades

Yellow

ever, ever shine

Cinemaville

Uma webzine de olhos bem abertos

blossomfestivalmag

A BlossomFestivalMag é uma publicação digital sobre Lifestyle & Lazer criada para enriquecer o seu dia-a-dia.

JunkBox

Um blog para viciados em cultura.

O Rato Cinéfilo

Viver... é uma arte que temos de aperfeiçoar cada dia que passa.

Keyzer Soze's Place

Viver... é uma arte que temos de aperfeiçoar cada dia que passa.

Antestreia

Viver... é uma arte que temos de aperfeiçoar cada dia que passa.

Cinema Notebook

Viver... é uma arte que temos de aperfeiçoar cada dia que passa.

35mm"

Aqui bloga-se!

%d bloggers like this: